Como meditar em 8 passos

Meditação como uma das práticas de autoconhecimento. Segue abaixo algumas sugestões para a prática diária em 8 passos.

1) Encontre um lugar calmo no próprio ambiente da sua casa ou encontre um lugar na sua base rotineira. É melhor praticar sempre no mesmo lugar, porque vai te ajudar a fazer a meditação um hábito, e porque vai purificar a energia naquele lugar para que você possa relaxar profundamente e tirar o máximo proveito diariamente. Praticar meditação em um local que você não possa relaxar irá tornar mais difícil a manutenção da sua prática. O silêncio é essencial. O lugar que você escolher deverá ser silencioso  (ou o mais silencioso possível), porque somente quando o local é externamente silencioso você poderá  aprender a observar e perceber o seu estado interno com verdadeira clareza.

2) Assuma uma posição confortável, para que você possa manter por algum tempo. Você pode sentar-se numa cadeira, com a coluna ereta, com suporte atrás ou não, ou poderá ficar sentado sobre os calcanhares na posição de lótus, com as pernas cruzadas sobre uma almofada. Se você for praticante de yoga, após os exercícios das posturas ou ásanas, você pode ficar deitado de costa no chão em cima de um tapete ou manta. Certifique-se sempre se sua coluna está alinhada. Se você não alcançar o alinhamento perfeito de imediato, sente-se na melhor postura que você puder manter e ficar consciente do fato de que você está trabalhando no sentido de um melhor alinhamento. A meditação é uma prática interna e, quando você puder manter uma posição por longos períodos de tempo, isso vai lhe proporcionar para que a sua mente trabalhe a chance de romper os seus laços (ou suas amarras ou mesmo aquilo que lhe torna preso) e tornar-se livre, oferecendo a oportunidade de experimentar a si mesmo uma espécie de consciência pura. Este é o objetivo da meditação.

3) Aperfeiçoar a sua postura ao longo do tempo. Se você estiver sentado, mantenho o seu queixo um pouco direcionado para o seu corpo (mas não colado ou encostado no seu peito) e descansar as mãos suavemente sobre os seus joelhos ou no seu colo. Alinhando o queixo ajuda manter o alinhamento da coluna vertebral permitindo que a energia flua livremente para os centros superiores do seu cérebro.

4) Concentre-se em um ponto entre as sobrancelhas. Você pode olhar para esse ponto com cuidado, ou se isso ficar desconfortável, basta trazer a sua atenção para esse ponto. Isto irá permitir que você desenvolva sua capacidade de concentração e atenção, que são essenciais para dominar sua mente.

5) Torne-se profundamente consciente da sua respiração. Torne-se consciente do fluxo contínuo da sua respiração, sentindo o ar entrando pelas narinas, indo até os seus pulmões e depois saindo, permitindo acalmá-lo, lhe preenchendo de energia vital e liberando a sua tensão, espalhando a energia para todo o seu corpo e mente. Essa é a parte mais difícil, quando os nossos pensamentos ficam focados em coisas do dia a dia, preocupações, etc. Isso não tem importância. Deixe o pensamento vir e observe. Depois se concentre de novo na respiração, e  então ao invés de pensar, respire conscientemente e permita que o som de sua respiração substitua os seus pensamentos. Sua mente provavelmente irá ficar passeando, divagando, indo e voltando em pensamentos. Não fique frustrado. Toda vez que você perceber que ficou “vagando”, traga de volta sua atenção para o seu terceiro olho (região pouco acima dos seus olhos, entre as sobrancelhas) e sua consciência de volta para sua respiração.

6) A princípio seu corpo vai querer se mover, levantar-se, os seus músculos se contrair, você vai querer fugir, gritar, saltar, chutar, fazer qualquer coisa, menos ficar sentado. Seja paciente e mantenha sua postura sentada. Se você estiver ficando desconfortável, então se reacomode para uma posição mais confortável sempre trabalhando na direção de uma melhor postura (alinhamento da coluna em especial). Com o tempo o seu corpo vai ficar mais acostumado em sentar-se nessa posição, em seguida se concentrar.

7) De forma tranquila e pacientemente observe os seus pensamentos. No inicio, quando sentarmos para meditar, seremos tão identificados com os nossos pensamentos,  que vamos a todo momento ser apanhados  pensando na mesma coisa e que não iremos nos separar deles. Contudo, ao longo do tempo, você vai reconhecer outro pensamento, com muito maior profundidade e presente dentro de si mesmo: isto é a consciência silenciosa que está observando todos os seus pensamentos. Isso é o que somos. Isto é: como nós pacientemente observamos os nossos pensamentos e como vamos praticar o desapego com eles. Então, com isso, começamos a identificar essa consciência em silêncio e vamos chegar a reconhecê-la esta como sendo a “nossa natureza verdadeira e divina” (ou “ mente superior” para algumas correntes transpessoais). Quanto mais você reconhecer e identificar esta consciência silenciosa, mais os nossos pensamentos começam a desacelerar, até que haja grandes diferenças entre eles no grande silêncio interno da sua vida. Nesse silêncio é o que chamamos de paz. É lá que encontramos a paz, a felicidade, o amor, a clareza e inspiração, que está dentre de si mesmo, no centro do seu ser. Esta observação paciente e tranquila é a essência do ato de meditar.

8) Tente praticar a meditação todos os dias, nem que seja por 5 minutos. O tempo não importa. Se nos sentamos diariamente, o domínio pessoal da técnica irá aumentar dia após dia, e melhorar a nossa capacidade de atenção. Você se tornará tão poderoso com a sua presença, que os pensamentos não irão ocorrer a menos que você escolha pensá-los. São esses pensamentos que impedem o nosso acesso a “mente universal” ou a “mente cósmica”, que é a nossa verdadeira natureza. Observando-os e separando-lhes o que esse pensamentos  possuem, e em seguido o propósito, você tem a permissão de ser livre. Ao longo do tempo que você persiste na prática da meditação, eventualmente, o retorno dos pensamentos acontecerá, mas chegará o momento que estes não irão requer mais atenção, que você não lutará por eles para querer atenção. Este é o ponto onde a mente naturalmente “para” (stop) e nós então, começamos a experimentar a nossa consciência silenciosa totalmente. Este é também o ponto da nossa mente consciente e criativa, que podemos utilizar para novos aspectos interessantes da nossa vida, se assim escolher.

Para a meditação não necessitamos de tecnologia nenhuma. Tudo está dentro de você. Toda a história humana já está contida dentro de ti. Não há realmente nada difícil de meditação. É algo que todos nós podemos fazer e dominar. É o que nos permiti experimentar a  nossa verdadeira natureza pura (a nossa essência), a nossa consciência silenciosa, e realmente mergulhar nas profundezas do nosso ser. É simples e é fácil. Você só precisa sentar e praticá-la diariamente para experimentar de seus frutos verdadeiramente ilimitados.

Aprenda a meditar e aprender o que é ser livre. Como dizia Bob Marley, “Liberte-se da escravidão mental, ninguém além de você pode libertar nossas mentes.”

Anúncios

Sobre Biotopos

Biólogo, auditor de sistemas de gestão certificados (ISO 14001, ISO 9001, OHSAS 18001, NBR 14789 - CERFLOR, NBR 14790 - CERFLOR CoC, FSC CoC e MSC-ASC CoC). Mestre em produção-ecologia aquática (UFBA, 1993), especialista em tecnologia ambiental em industrias florestais (Suécia, 1996), pós-graduação em Gestão Empresarial e Responsabilidade Social (IBPEX, 2007), Coach e Mentor (Sistema ISOR) e Terapeuta Transpessoal, com abordagem transdisciplinar. Estudioso de Biologia Cultural (Maturana e X. Dávila), Psicologia e Ecologia Integral (K. Wilber - AQAL) e das disciplinas das ciências da complexidade (E. Morin). Proprietário da empresa de consultoria em gestão ambiental e sustentabilidade - Biotopos.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s